Laís Souza

Laís Souza: sinônimo de garra e superação

Laís Souza desde 2001 integrava a equipe brasileira de ginástica. Em 2014, um acidente durante os treinos para os Jogos de Inverno mudou o seu destino.

Por

Laís Souza começou na ginástica aos quatro anos de idade, na cidade de Ribeirão Preto, interior paulista, e desde 2001 integra a equipe brasileira de ginástica. Participou dos Jogos Olímpicos de Atenas 2004 e Pequim 2008. Às vésperas da Olimpíada 2012, já na aclimatação em Londres, sofreu uma fratura na mão, o que a impediu de participar pela terceira vez do maior evento esportivo mundial.

O acidente de Laís Souza e sua recuperação

Em 2013, Laís iniciou um dedicado treinamento de esqui aéreo e desta forma, conseguiu vaga para disputar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Sochi, na Rússia. Durante os treinamentos nos Estados Unidos, a atleta sofreu um grave acidente no dia 28 de janeiro de 2014, que causou uma torção na coluna cervical. Foram 6 meses no hospital, onde a atleta relatou momentos de revolta e dizia que se perguntava o tempo todo porquê Deus não tinha deixado o movimento de pelo menos um dedinho. Foi uma época de grande desilusão, até que Laís começou a focar nas mini-vitórias.

“A primeira foi respirar sem aparelhos. Como o impacto na medula tinha feito meu diafragma parar de funcionar, tive que fortalecê-lo. Por isso, eu cantava Ana Carolina o dia inteiro no hospital”.

Após passar por cirurgia, começou um longo tratamento para recuperar os movimentos. A atleta se submeteu a um tratamento com células-tronco pelo Miami Project to Cure Paralysis (Projeto Miami Para Curar Paralisia) e dia a dia vem apresentando um bom quadro de melhora, com ganho de sensibilidade em partes dos pés e das pernas. Apesar de significativa em relação ao seu quadro anterior, essa melhora ainda é muito discreta para que se possa fazer um prognóstico sobre o alcance da recuperação.

Plano para o futuro

Laís Sousa tem planos para o futuro: “Continuo com o mesmo objetivo. Claro, alguns mudaram. Mas hoje um deles é voltar a andar, trazer novidades para o Brasil. Quero estar bem. Vivendo um dia após o outro. Hoje a minha rotina é ainda mais difícil do que a de um atleta. Mas foi a minha vida de esportista que me fez ter a disciplina e foco nos meus novos objetivos. Eu comemoro cada pequena conquista! Sempre pensando no presente”, disse a ex-ginasta.

Atleta ainda pretende incentivar outras crianças à prática do esporte, que é uma importante ferramenta de inclusão. A ex-ginasta diz ainda estar se reinventando mais uma vez e buscando uma nova profissão. Por tudo que passou e pela forma que encara a vida, ela virou uma imagem positiva e de superação, incentivando outras pessoas a seguirem em frente. Atualmente Laís tem feito palestras motivacionais, contando sua trajetória de superação e deixando mensagens de incentivo por onde passa.

Conquistas profissionais de Laís Souza

5º lugar no Mundial da Alemanha/07 (equipe). 3º lugar no salto e 2º por equipe nos Jogos Pan Americanos – RJ/07, em Brasileiros foi 1º lugar por equipe e nas paralelas em 2007, 1º na trave e no salto, 2º no individual geral e 1º por equipe em 2004, 2º lugar por equipe e 1º nas paralelas em 2006, 1º por equipe em 2003 e 1º no solo em 2002. Em Copas do Mundo ficou em 2º lugar no salto e 3º no solo em São Paulo/07, 2º lugar no solo e terceiro no salto na Rússia/06, 3º no solo e na trave na Alemanha/06, 1º no salto, 2º no solo na Alemanha em 2005, 3º no salto na Alemanha em 2004. Em 2012 foi bronze Copa do Mundo na Croácia. Participou de duas edições de Jogos Olímpicos (Atenas e Pequim).

ESTIMULANTE SEXUAL MASCULINO PREMIUM Libiforce Man 800mg
ATIVADOR SEXUAL FEMININO PREMIUM Vênus Mulher
MACA-PERUANA COM ÓLEO DE CÁRTAMO Maca Peruana Prime 1000mg
BARBATIMÃO, UNHA-DE-GATO E UXI-AMARELO Saúde Feminina 500mg
PARA DIABETES, HIPERTROFIA E PERDA DE PESO High Energy Batata Doce
Referências:
Laís Souza. Wikipedia.
Biografia. laissouza.com
Acidente faz 1 ano: relembre e veja situação atual. Terra Esportes.

Veja também